bamboo

Media Feedback from Brazil

November 17, 2014

os móveis da marca chinesa melz são produzidos na alemanha

A madeira é a essência da Melz, marca de design chinesa. É a partir do trabalho do material em si, e não de formas ou conceitos abstratos, que nascem as criações de Christian Melz, alemão radicado em Pequim. Pertencente à terceira geração de marceneiros, Christian se baseia nos móveis produzidos por seu avô, dando a eles um olhar contemporâneo e oriental. Ao explorar diferentes tipos de madeira, como cerejeira, nogueira, ébano, oliveira e limoeiro, o designer valoriza o sentido orgânico do material, dando às peças as características de algo vivo. “A madeira é a natureza que respira, muito diferente de metal ou tecidos”, explica.

Apesar do conceito orgânico, não espere formas arredondadas. Paradoxalmente, os traços são angulosos e geométricos. Depois de prontos, os desenhos feitos em Pequim são enviados para a Bavaria, onde o pai de Christian, Wolfgang, desenvolve protótipos na marcenaria da família. É também lá que as peças são produzidas, sob demanda, artesanal e cuidadosamente, por habilidosos profissionais. A origem das madeiras é alemã.

Os móveis em si, muito mais do que os desenhos, são o que encantem Christian. “Texturas, forma e cor parecem mudar dependendo da perspectiva do observador. É uma qualidade que apenas produtos físicos podem ter”, diz. O designer e marceneiro define a Melz através de três conceitos distintos, mas interligados: “atemporalidade, natureza que respira através da madeira e tudo da China que me inspirou nestes seis anos em Pequim”. Na linha Eins, portfólio fixo da marca, o caráter duradouro é atingido através da mistura entre o modernismo do meio do século influenciado pela Bauhaus, o estilo clássico e o design contemporâneo. A mesa de jantar ganhou o Red Dot Design Awards de 2013. Há também estante, sofá, aparador e cadeiras, que podem ser produzidos em versão mais clara, de cerejeira, ou mais escura, de nogueira.

bjdw
Apresentadas este ano durante aBeijing Design Week, as maletas Elan mostram que a madeira também pode ser usada como material para outros objetos do dia a dia. Mais do que peças decorativas, elas foram pensadas para serem realmente usadas e impressionam pela leveza. Ao dar a matérias-primas naturais, neste caso nogueira e couro de ovelha, funções inusitadas, Christian chama atenção para o que lhe é mais importante, as características do material.

Mas há também uma linha produzida na própria China. Chamada de Diametrik, ela é feita majoritariamente de aço. São móveis e acessórios de design minimalista, com linhas simples e limpas. O nome remete ao casamento entre dois opostos: o conceito funcional e preciso que nasceu do bauhaus alemão com a fabricação no meio do turbilhão de ideias que é a China contemporânea. Na semana de design, foi apresentada a luminária Radii.

história
Christian Melz nasceu em 1985, em Wuerzburg, e começou a fazer móveis em 2001. A experiência com marcenaria ainda na adolescência foi fundamental para o seu desenvolvimento como designer, sempre focando na prática. Ele trabalhou como marceneiro entre 2003 e 2005 na Alemanha. De 2005 a 2006, atuou nos Estados Unidos. Foi só em 2007 que decidiu estudar teoria de design, na Escola de Marcenaria e Design de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha. Em 2008 chegou à China, onde trabalhou como designer de interiores em Pequim, Shangai, Guangzhou, Shenzhen e Chengdu. Em muitos dos projetos, criava mobiliário sob medida. Ao perceber a existência de um mercado pouco explorado na China – peças de decoração contemporâneas, de alta qualidade -, criou a Melz Design, em 2012.

melz-design.com

http://bamboonet.com.br/posts/os-moveis-da-marca-chinesa-melz-sao-produzidos-na-alemanha